EUROPA, FRANÇA, Vale do Loire

Castelo de Chambord-Vale do Loire

Viajar pelo Vale o Loire é como estar no passado. A paisagem praticamente de Castelos, “Châteaus” e Palácios rodeados por florestas e pequenas vilas torna o lugar um dos mais charmosos da França, e com certeza o mais “ostentação” durante os séculos passados.

Castelo de Chambord – Vale do Loire 

castelo-de-chambordInfelizmente só tive tempo de conhecer um Castelo na região, mas acho que fiz uma boa escolha quando decidi visitar o maior de todos; o Chambord, ou Gigante de Pedra como é carinhosamente chamado.

chambord

O Castelo de Chambord

 Chambord é o maior Palácio do Vale do Loire, somente sua fachada mede 156 metros, e para ficar mais fácil de imaginar essa imensidão o castelo tem cerca de 430 salas, 77 escadarias, 282 chaminés e 800 colunas esculpidas. Seu desenho é em formato de cruz grega e ele se eleva na mesma altura da Basílica de São Pedro em Roma.

castelo-frança

O Castelo está rodeado por 32km de muro, bem no centro do que é hoje o maior parque florestal fechado da Europa, com 52km² onde, em tempos imperiais, os nobres costumavam caçar. Aliás o castelo foi erguido para ser apenas um pavilhão de caça.

frança-neve

palacio-chambord

ponte-chambordPonte sob o fosso que circunda o Castelo.

Outro destaque para a arquitetura do castelo é o telhado, feito de torres e chaminés de formas, tamanhos e ornamentos diferentes, destoando totalmente com os desenhos usuais e a seriedade dos castelos medievais. Passear pelos terraços é permitido e imagino que a vista do alto seja maravilhosa, porém durante o inverno com o chão congelado e perigoso  o acesso não é permitido, motivo pelo qual  não pude andar por lá.

chambord-vale-loire

 chambord-loire

A História do Castelo

Apesar do tamanho exagerado, em apenas 20 anos foi finalizado seu projeto inicial. O Rei Francisco I (também conhecido como “Príncipe arquiteto”) foi o grande idealizador do castelo em 1519 e seria apenas uma residência de caça, mesmo com as proporções gigantescas. Nessa época entretanto, o Rei retornou da Itália com o Mestre Leonardo da Vince, o que levanta fortemente a hipótese de que ele tenha participado desse projeto em estilo renascentista, nada, porém, jamais foi comprovado. 

escadaria-chambord

 castelo-chambord

Apesar de o Rei ver finalizado o projeto, passou nada mais que 50 dias lá, isso somando as curtas visitas. Dá para imaginar que mobiliar e mantê-lo como moradia seria impossível, então a cada visita uma enorme comitiva de serviçais, todos os móveis e suprimentos necessários eram transportados para lá e depois retirados novamente, isso somava cerca de 2 mil pessoas, entre convidados empregados. Outro problema em passar muito tempo lá era o de aquecer o castelo, as paredes são extremamente altas e repletas de janelas assim também precisavam carregar imensas tapeçarias para amenizar o frio.

chambord-lareira

janelas-castelo

castelo-loire

Com a morte do Rei o castelo fica abandonado por 80 anos, até que Luis XIV o reformou e trouxe mais vida ao palácio ao disponibilizá-lo a Molière e sua equipe de teatro. No Castelo a equipe encena pela primeira vez para o Rei duas importantes peças “O Avarento” e “O Burguês Fidalgo”.

chambord-salas

chambord-quartos

chambord-salamandra

A Salamandra na porta é o símbolo do Rei Francisco I 

castelo-quartos

Poucos cômodos no Castelo foram decorados.

A história de Chambord passou pelas mãos de vários Reis e Nobres, sempre vivendo momentos de esplendor e abandono. Também foi usado como hospital de campanha e foi moradia da Monalisa e de diversas obras do Museu do Louvre durante a Segunda Guerra Mundial. Nessa época o Palácio já pertencia ao governo Francês, sendo mais tarde restaurado. Hoje leva o título da Unesco de Patrimônio Mundial e é um dos monumentos mais visitados da França.  

palacio-vale-loire

capela-chambord

Capela do Castelo.

A Escada

A parte mais intrigante do castelo com certeza é a escadaria principal.  Bem ao centro do palácio e dando acesso aos três andares, a escadaria branca feita com um vão livre no meio foi feita com duas hélices entrelaçadas. O efeito disso é que se uma pessoa está subindo e outra descendo elas não se encontra e não se veem.

escada-castelo

Leonardo Da Vince também é o principal suspeito de ter projetado a escada que atrai os curiosos até os tempos atuais e divertia a nobreza na época. Cogita-se que o motivo da escada ser assim projetada é simples: para as pessoas não se encontrarem durante as subidas e descidas das noites festivas no castelo.

escada-chambord

 A escadaria de dupla hélice

INFORMAÇÕES ÚTEIS:

Château, 41250 Chambord, França

Horário de funcionamento: Diariamente

01 de Outubro a 30 de Março: 10:00 às 17:00 e 1 de Abril a 30 de Setembro: 9:00 às 17:00

Fechado: 1 de Janeiro/4 de Fevereiro/ 25 de Dezembro

Preços: Inteira – 11 Euros/ Reduzida – 9 Euros/ Grupos de 20 ou mais – preços reduzidos.

Estacionamento: carro e motocicletas – 6 euros o dia.

Site Oficial: www.chambord.org

Reserve seu Hotel em Paris aqui no Banner do site Booking. Você não paga a mais por isso, mas ajuda a manter o Blog no ar, pois recebemos um comissão através da parceria com o Booking. 🙂

E se precisa alugar um carro na França é só pesquisar aqui na RENTALCARS. Você aluga um carro com uma empresa segura, ajuda o Blog e passeia tranquilo pelas lindas cidades francesas.

Não esqueça de comprar seu seguro antes de viajar. A REAL SEGURO VIAGEM tem um buscador que compara os preços em várias corretoras. E o blog também recebe uma comissão pelas vendas sem alterar o seu custo.

Seguro viagem europa 468x60

6 Comentários