EUROPA, Florença, ITÁLIA

Ponte Vecchio – Florença

Como pode uma cidade que transpira arte, igrejas e praças ter como principal cartão postal uma ponte? Em Florença a Ponte Vecchio (Ponte Velha) é com certeza a protagonista das fotos de vários ângulos a beira do Rio Arno.

Ponte Vecchio – Florença

ponto-turistico-florenca

Passamos a manhã toda em Florença com um guia, algo que para quem gosta de história e arte não deve dispensar lá, pois cada esquina de Florença tem algo para contar e confesso que depois de tanta informação, jogo de cintura pra desviar dos turistas e dos pau-de-selfie, passar pela Ponte para ver a cidade mais de longe foi até um alívio.

florenca-ponte

A ponte, claro, também estava cheia de turistas, até porque de todas as 9 pontes que cruzam o rio, essa é a única que restou na sua forma original, com as construções em cima. Por isso o nome de Ponte Velha.

História da Ponte Vecchio

A primeira Ponte de Florença foi pertinho dessa, construída no período romano A.C., mas a documentação mais antiga dela é de 966 quando foi feita em madeira. Ela não resistiu e outra foi erguida onde está a ponte agora. Por duas vezes ela foi destruída com as chuvas e o peso da lama das grandes enchentes de 1117 e 1333.

Em 1345 foi reconstruída da forma atual por Taddeo Gaddi. A edificação foi possível com a verba do aluguel das lojas que ali ficavam. Agora feita em pedra, com 3 arcos e com uma pracinha no centro da ponte. Durante a 2ª Guerra Mundial todas as pontes de Florença foram destruídas, mas essa permaneceu intacta por ordem de Hitler, apesar de ter ficado intransitável por causa dos escombros dos prédios dos dois lados dela.

No início de sua história a ponte servia de comércio principalmente de açougueiros, o que gerava um cheiro horrível por ali. Mais tarde o Duque Fernando I ordenou que só ourives, joalheiros e casas de penhores poderiam se instalar na ponte, pois era um ponto de passagem de comerciantes e viajantes. Ele queria mostrar e oferecer o que a cidade tinha de mais precioso para vender. A ponte e as lojas mais pareciam uma muralha de defesa, não tinham janelas e as casinhas eram erguidas em pedra.

ponte-rio-arno

Hoje as joalherias mais tradicionais de Florença ficam lá, mas desde 1700 elas começaram a se modificar e suas vitrines são super fofas e com as clássicas janelinhas verdes no lado de fora da ponte. 

ponte-vecchio-florenca

benvenuto-celliniBusto de Benvenuto Cellini, escultor e um dos mais importantes ourives Italiano do Renascimento.

O que ver na Ponte Vecchio

Depois que você conseguir tirar os olhos das jóias, não deixe de admirar esses outros pontos, além é claro da vista da cidade que é maravilhosa, principalmente no horário do pôr do sol. 

corredor-vasariano-florencaO Corredor Vasariano visto da Ponte Vecchio.

  • O Corredor Vasariano

Olhe para cima da ponte e você vai ver uma construção bem longa que atravessa a ponte. Esse é o Corredor Vasariano, construído para que a família Médici pudesse se locomover do Palácio Pitti, sua residência do outro lado do Rio Arno até o Palácio Vecchio, centro administrativo de Florença, sem ter que se misturar com a população.

corredor-galeriaPassagem do Corredor entre a Galeria Uffize e o Palácio Vecchio.

O nome do corredor que foi construído em 1565 se deve ao seu construtor Giorgio Vasari e ele abriga uma imensa coleção de retratos dos séculos 17 e 18.

firenze-galeriaPassagem do Corredor pela Galeria Uffize.

O Corredor se estende por 1 quilômetro e hoje ele é cuidado pelo Museu Galeria Uffizi. É possível visitar com agendamento, pois a travessia é feita só de forma guiada.

firenze-ponte

galeria-uffizeO Corredor Vasari passa pelo último andar da Galeria Uffize.

O Corredor Vasariano ficou bastante conhecido com o último livro de Dan Brow – Inferno, que passa boa parte da história na cidade de Florença. A Galeria Ufizzi ainda oferece um tour temático com o itinerário de personagem do livro pelos principais pontos de Florença, além de outros ingressos combinados com o Corredor Vassariano.

corredor-vasariano

Mapa do trajeto do Corredor Vasariano e a Galeria interna do Corredor. 

corredor-vasari

Há várias restrições para o tour e o preço é bem salgado, 65 Euros só para o Corredor. No site da Galeria Uffizi tem todas as opções: www.florence-museum.com 

  • A Ponte Trinita

Apesar da fama da Ponte Vecchio, outra ponte de Florença vale a pena ser visitada, a Ponte Trinita.

ponte-florencaA Ponte Trinita vista da Ponte Vecchio.

Considerada uma das mais charmosas da Itália foi construída em 1252 e seu nome é por causa da Igreja Santa Trinita que fica em uma das pontas da ponte. Ela é a ponte seguinte a Ponte Vecchio e se torna um ótimo lugar para fazer fotos.

Aqui tem mais lugares legais que conhecemos na Toscana

Acompanhe as novidades do blog também pelo nosso Facebook e Instagram

Reserve seu Hotel em Florença aqui no Banner do site Booking. Você não paga a mais por isso, mas ajuda a manter o Blog no ar, pois recebemos um comissão através da parceria com o Booking. 🙂

E se precisa alugar um carro na Itália é só pesquisar aqui na RENTALCARS. Você aluga um carro com uma empresa segura, ajuda o Blog e passeia tranquilo pelas lindas cidades italianas.

Não esqueça de comprar seu seguro antes de viajar. A REAL SEGURO VIAGEM tem um buscador que compara os preços em várias corretoras. E o blog também recebe uma comissão pelas vendas sem alterar o seu custo.

Seguro viagem europa 468x60