EUROPA, FRANÇA, Versailles

Palácio de Versailles – França

A Palavra “Palácio de Versailles” poderia tranquilamente ser acrescentada nos dicionários como sinônimo de grandeza ou luxo. Nem de longe é o maior palácio da Europa, mas só o ar de ostentação que envolve toda sua história e construção com certeza fizeram dele o mais imponente da França.

PALÁCIO DE VERSAILLES-FRANÇA

Visitar o Palácio de Versailles e seus jardins é um passeio indispensável para quem vai até Paris. A cidade fica a 29 km de distancia e é fácil de ir até lá. Com os trens RER leva 30 minutos até a estação e mais 10 minutinhos de caminhada, mas existem inúmeros tours que vão até lá, fazendo com que o Palácio seja um dos pontos turísticos mais visitados da França, (isso significa muitos, muitos orientais).

palacio-de-versailles

Além do acesso a boa parte das dependências do grande Palácio você pode (e deve) visitar os famosos Jardins de Versailles, tão grandes que caberiam 800 campos de futebol dentro dele.

palacio-de-versalhesO Palácio visto dos jardins durante o Verão.

jardim-versailles-invernoOs jardins durante o inverno.

Tanto o Palácio quanto todo o Parque é considerado Patrimônios da Humanidade pela Unesco desde o ano de 1979. No Parque de Versaille você também pode visitar o Petit Trianon, o Grand Trianon e a Fazenda de Maria Antonieta. Pronto agora você já precisa de um dia todo lá, mas vai valer a pena, principalmente se for visitar nos períodos mais quentes do ano.   

Para ficar mais fácil de conhecer todo o complexo vamos dividir os post para cada área de Vesailles: Palácio/Jardins/Petit Trianon/Grand Trianon

A História do Grande Palácio de Versailles

O Primeiro prédio foi construído como pavilhão de caça pelo Rei Luis XIII, já que Versailles era uma área rural próxima a Paris. Quando seu sucessor Luis XIV ainda menor de idade precisou sair de Paris para se afastar das doenças da cidade, foi morar nesse prédio.  A ideia agora era de reorganizar o governo de forma que o rei mantivesse o poder absoluto.

versailles

Luis XIV, o conhecido Rei Sol começou as ampliações do Palácio em 1669, fazendo dele símbolo de superioridade e poder. Mudou toda a corte Real e a sede do governo Francês para as dependências de Versailles. As ampliações nunca paravam, chegando a ter 36 mil trabalhadores nas obras, em sua grande maioria soldados do exercito francês. Além do Palácio os jardins começaram a tomar forma e ganhar fontes e decorações inacreditáveis.

O arquiteto Luis Le Vau foi o primeiro responsável pelas ampliações, ele já era bem famoso pois tinha participado das construções do Louvre e das Tulherias em Paris.

chateau-de-versailles

No reinado de Luis XV mais alterações foram feitas e foram construída A Ópera e o Petit Trianon.

Luis XVI assim como os Reis anteriores, reformou, redecorou e acrescentou os Domínios de Maria Antonieta, uma pequena fazenda.

Durante a Revolução Francesa o Palácio foi invadido e saqueado. A maior parte das riquezas de Versailles foram leiloadas para pagamentos de dívidas por preços muito abaixo de seus valores reais. Muitos objetos de arte foram alocados em outras instituições como a Biblioteca Nacional e o Louvre, inclusive a Monalisa.

aposentos-versailles

O Palácio foi decretado Museu pelo Rei Luís Filipe em 1830 e o turismo virou crescente depois dos anos 1950. Algumas das mobílias originais que estavam em museu e embaixadas foram resgatadas, mas a grande maioria da decoração hoje é réplica.

a-coroaçao-de-napoleaoRéplica da pintura A Coroação de Napoleão, a original está no Museu do Louvre.

O Que Ver no Palácio de Versailles

Os Grandes Salões

Todos levam nomes de Deuses. O Rei Luis XIV gostava de se compara as grandes entidades e decorava as salas simbolizando seu poder como o de um Deus da Mitologia, além é claro de todas as menções de Rei Sol que você pode ver desde as grades que cercam o Palácio com suas 100 mil folhas de ouro.

versailles-rei-solDetalhe do portão de entrada com o Rei Sol.

salao-da-abundanciaO Salão da  Abundância – também foi a Sala das Raridades do Rei Luis XIV.

sala-marte-versaillesO Salão Marte – Servia como salão de música e dança.

sala-apolo-versaillesA Salão Apolo, dedicado ao Deus Sol, o qual se identificou Lois XIV- era a sala onde ficava o trono do Rei.

sala-hercules-versaillesSalão Hércules – com pinturas de Veronese.

Os Aposentos dos Reis e Rainhas

Os aposentos dos Reis sempre eram compostos de 7 sucessivas salas (os pequenos aposentos), mesmos com diversas mudanças de locais e reformas eram compostos por Sala de Guarda, Sala de Conselho, Sala de Jantar, quarto propriamente dito, Sala do ritual para vestimentas do Rei, sala exclusiva para as perucas, sim em torno de 500 e também sala para os cães de caça.

aposentos-rei-versaillesO quarto do Rei possui dois retratos pintados por Antoon Van Dyck e duas lareiras.

sala-do-conselho-versaillesSala do Conselho – sala onde Louis XIV ficava com sua família depois do jantar.

aposentos-dos-reis

Os aposentos da Rainha também são uma sequência de salas. Além de passagens que ligam aos aposentos do Rei, portas camufladas levam às salas de banho e vestiários.

maria-antonieta-aposentos

quarto-maria-antonieta

antecamara-da-rainha-versaillesAntecâmara da Rainha – onde só a Família Real podia se sentar à mesa, esse ritual era assistido pelos nobres da corte.

A Galeria dos Espelhos

Com certeza a Sala dos Espelhos é o aposento mais grandioso do Palácio. Construído por Luis XIV o grande salão de 73m de cumprimento e fica entre as Sala da Guerra e Sala da Paz.

galeria-dos-espelhos

sala-espelhos-versailles

Tem esse nome porque sua parede interna é composta de 17 grandes arcos de espelhos opostos a 17 grandes janelas que dão para os jardins. Quando o sol bate nas janelas ele é refletido nos espelhos e ilumina todo o salão.

É por causa desta sala que nasceu o ditado “se quebrar um espelho terá sete anos de azar”. Nessa época espelhos eram artigos de alto luxo, custavam fortunas, apenas fabricados em Veneza e Murano (Leia o post sobre Murano aqui). Se um empregado quebrasse uma peça de espelho precisava trabalhar durante 7 anos para pagar, ou seja, 7 anos sem receber salário.

espelhos-versailles

Cada arco é composto de 21 peças de espelhos num total de 357 em toda a sala.

sala-dos-espelhos

Neste salão aconteciam os eventos mais importantes. Lá foi festejado o casamento de Maria Antonieta e também assinado o Tratado de Versaille, documento que encerrou oficialmente a Primeira Guerra Mundial.

A Capela de Versailles

O Palácio de Versailles viu serem construídas 5 capelas ao longo dos anos. A última e maior de todas que podemos ver agora foi dedicada à São Luis.

capela-versaillesA Capela vista do primeiro e do segundo piso.

capelaA Capela vista do lado de fora do Palácio.

A Ópera de Versailles

Foi Luis XV quem finalizou a ideia de um teatro permanente no Palácio e depois de 30 anos de construção se tornou na época o maior teatro da Europa, com 712 lugares.

opera-versaillesFoto site oficial: www.chateauversailles.fr

A ópera inaugural (Persée) foi para comemorar o casamento de Maria Antonieta e Luis XVI em 1770.  Foi nesse teatro que Maria Antonieta contrariou as tradições batendo palmas para a apresentação, como mostra no filme Maria Antonieta, na época era uma atitude totalmente inusitado, mas ela foi seguida por seus súditos.

O Museu de História da França

Quando Rei Luis Filipe transformou Versailles em Museu, criou também essa grande área dedicada às “Glórias da França”.

museu-de-historia-françaFoto site oficial: www.chateauversailles.fr

Na Galeria da Batalhas, a maior sala de exposição do Palácio, o Rei encomendou pinturas que retratassem toda a história da formação do Reino Francês através das batalhas, em ordem cronológica desde o inicio da unificação da França até as vitórias de Napoleão.

OUTROS APOSENTOS

Dentro do Palácio também é possível ver os aposentos dos filhos dos Reis, as câmaras do Delfin e da Delfina. Junto estão os aposentos de Madame Victoire e Adelaide, filhas do Rei Luis XV . 

quartos-madame-victorieAposentos de Madame Adelaide.

aposentos-do-delfimAposentos do Delfin.

aposentos-madame-victoireAposentos de Madame Victoire.

biblioteca-versailles

CURIOSIDADE:

  • O palácio possui 2.153 janelas, 67 escadas e 1.250 lareiras (única forma de aquecer tamanho prédio).
  • Até hoje não existe banheiros no Palácio, fora as Salas de Banhos dos Reis.  Durante as festas os espaços entre as janelas e as cortinas serviam de banheiro. Não consigo nem imaginar o cheiro disso. Não é a toa que os franceses inventaram os melhores perfumes.
  • A Ópera era pouco usada porque cada apresentação precisava de 3mil a 10 mil velas acessas, e velas eram bem caras.
  • Inúmeros Palácios ao redor do mundo foram inspirados no Château de Versailles, aqui no Brasil a residência imperial Quinta da Boa Vista no RJ também teve influências francesas.
  •  Luis XIV foi o responsável por criar e aplicar as regras e etiquetas da corte francesa que variavam das mais respeitosas as mais absurdas como:

 – Quando um cavalheiro passava por um conhecido na rua, tinha que tirar o chapéu da cabeça até que a outra pessoa passasse ou;

– Quando um cavalheiro se senta, desliza o seu pé esquerdo em frente do outro, pousa as mãos dos lados da cadeira e suavemente desce para a cadeira.

  • Essas etiquetas podem ser vistas o Filme Maria Antonieta e também todo o ritual do dia a dia do Rei e da Rainha. Esses costumes acabaram sendo copiados por diversas outras cortes.

sala-da-guerra-versaillesA Sala da Guerra e detalhe do Salão Marte.

INFORMAÇÕES ÚTEIS

Os jardins são abertos o ano todo, mas ficam fechados quando tem  acúmulo de neve. O acesso só para o Parque é gratuita. O Palácio, os Trianons e os Domínios de Maria Antonieta ficam fechados nas segundas-feiras, dia 1° de maio e 25 de dezembro.

SITE OFICIAL: www.chateauversailles.fr

HORÁRIOS:

De 1 de Abril a 31 de Outubro (Alta temporada)

Palácio: 9h às 18:30h

Trianons e Domínios de Maria Antonieta: 12h às 18:30h

Jardins: 8h às 20:30

De 1 de Novembro a 31 de Março (Baixa temporada)

Palácio: 9h às 17:30h

Trianons e Domínios de Maria Antonieta: 12h às 17:30h

Jardins: 8h às 18h

COMO CHEGAR EM VERSAILLES

 – De trem: da estação ferroviária Paris Montparnasse até a estação Versailles Chantiers.

 – De trem: da estação Paris Saint Lazare até a estação Versailles Rive Droite.

 – De REC5, com parada em duas estações de Versailles: Versailles Chantiers e Versailles Rive Gauche. Versailles Rive Gauche é a estação mais próxima do palácio.

COMO COMPRAR INGRESSO PARA VERSAILLES

Passaport: Acesso ao Palácio, aos Trianons e aos Domínios de Maria Antonieta, com audioguia: 18euros. Se você quiser ver os espetáculos Grandes Eaux e os Jardins Musicais o preço fica 25 euros. O ingresso para dois dias com os mesmo acessos custa 25 euros e 30 euros respectivamente.

Entrada para o Palácio: Acesso somente para o Palácio principal e exposições temporárias, com audioguia: 15 euros.

Entrada Trianons e Domínios de Maria Antonieta: Acessos ao Grand Trianon e jardins, Petit Trianon, Aldeia de Maria Antonieta: 10 euros.

Reserve seu Hotel na França aqui no Banner do site Booking. Você não paga a mais por isso, mas ajuda a manter o Blog no ar, pois recebemos um comissão através da parceria com o Booking.

E se precisa alugar um carro é só pesquisar aqui na RENTALCARS. Você aluga um carro com uma empresa segura, ajuda o Blog e passeia tranquilo pelas lindas cidade francesas .

Não esqueça de comprar seu seguro antes de viajar. A REAL SEGURO VIAGEM tem um buscador que compara os preços em várias corretoras. E o blog também recebe uma comissão pelas vendas sem alterar o seu custo.

Seguro viagem europa 468x60