EUROPA, ITÁLIA, Veneza

Museu San Marco – Veneza

Já ouvi muita gente dizendo que Veneza se visita em um dia só, eu inclusive só fiquei um dia na cidade, mas a verdade é que Veneza tem vários lugares incríveis para se ver com mais tempo. Um deles é subir o segundo andar da Basílica para conhecer o Museu San Marco (leia o post sobre a Basílica aqui).

Museu San Marco – Veneza

praça-sao-marcos

A entrada na Basílica é gratuita, mas o museu é pago, deve ser por isso que estava completamente vazio (museu vazio é sempre mais legal), e o acesso é por uma pequena porta com uma escada (nada light, mas minha mãe deu conta) no átrio da igreja.

basilica-veneza

Achei muito interessante esse lugar porque você não vai pagar só para ir ao Museu, mas vai ver bem de pertinho os mosaicos dourados da Igreja, vai ver os quatro cavalos originais dos que estão na fachada da Basílica e vai ter uma vista incrível da Praça San Marco (leia o post da Praça aqui), do Palácio Ducal, do Cais e da Ilha de São Jorge. Para quem assim como eu, não se animar em subir o campanário acho que é uma ótima opção para ter uma vista linda de Veneza.

veneza

porta-della-carta veneza-relogio

torre-venezaVista para a Praça São Marcos e o Campanário.

O Museu San Marco

A primeira área do Museu são as sacadas internas da Basílica, onde se podem admirar com todos os detalhes os mosaicos bem de pertinho, inclusive o desgaste deles.

mosaicos-san-marcoDetalhes dos mosaicos no segundo andar. Foto Site: www.wga.hu

As outras salas guardam na sua maior parte objetos antigos que pertenciam a Igreja e ao Palácio e partes que foram substituídas durante as restaurações dos mosaicos e das esculturas.

A sala do Banquete é o cômodo que ligava a Igreja ao Palácio Ducal, nela estão os livros de partituras musicais do século XV, que são praticamente obras de arte. Também uma das únicas pinturas da Basílica a “Madona do Leite” e uma das tampas que cobriam o Pala de Oro (obra que está atrás do altar) com imagens que contam a historia de São Marcos.

Lá também estão alguns desenhos geométricos do chão da Basílica, tapeçarias veneziana, florentina e persa, além de duas vestes clericais bizantinas, bordadas com fios de ouro e prata, do século XII. 

Durante uma reforma em 2001, outras passagens foram descobertas que ligam essa sala com outras partes da Basílica ao Palácio.

Na sala Coleção Onganía há vários desenhos e esboços que foram feitos durante a construção da Basílica e depois de pronta. O que mais chama a atenção é uma imagem da Basílica antes de ser coberta de mármore, quando ainda era revestida de tijolo á vista.  

ongania-veneza.jpegGravuras e desenhos do piso da Basílica. Foto site: www.ongania-sanmarco.it

O nome dessa sala é em homenagem a Ferdinand Onganía, um importante editor que em 1881 documentou todas as obras da Basílica depois de uma parte dos mosaicos terem se perdido nas restaurações. Com a ajuda de outros especialistas como ilustradores e fotógrafos foram reproduzidos cada detalhe artístico da Igreja, inclusive foram feitas as primeiras fotografias. Além disso, Onganía fez um levantamento de obras antigas para poder registrar o original.  Hoje qualquer restauração feita na Basílica é antes consultada nesta coleção, para que nada seja alterado.

coleçao-onganiaFoto site: www.ongania-sanmarco.it

Essa restauração dura a anos e para se ter uma idéia se 2 pessoas trabalham em 1 metro quadrado, eles levam até 7 anos para terminar.

Os Cavalos de São Marcos

Os Cavalos que estão dentro do museu, desde 1982 são os originais, e são consideradas as peças de arte mais importantes de Veneza.

veneza-cavalosRéplicas no lado de fora da Basílica.

São quatro cavalos em tamanho real e feitos de bronze. A cobertura dourada está toda arranhada, pois brilhavam demais quando batia o sol e foi intencionalmente riscada.

Acreditasse que tenham sido roubados do Hipódromo de Constantinopla durante a Quarta Cruzada e que antes disso fez parte do Arco de Trajano em Roma. Também foram parar em Paris, quando Napoleão mandou colocar no Arco do Triunfo do Carrossel (hoje réplicas estão lá).

 A Vista de Veneza

veneza-porto

A saída para as sacadas externa é feita bem pela frente da Basílica, onde estão as réplicas dos 4 cavalos.  Dá para percorrer toda a fachada e um pouco das duas laterais. Lá de cima dá pra sentir todo o clima da praça considerada a mais charmosa da Itália. Essa é a única parte do museu que é permitido fotografar, então ao invés de contar vou só mostrar!!!!

veneza-praça veneza-cais porta-palacio-ducalDetalhes da Porta Della Carta – Palácio Ducal

vista-venezaveneza-porta-palacio

palacio-patriarcalVista para o Palácio Patriarcal.

Informações Úteis

Praça São Marcos – 328 – Veneza

Horários: 9:45 às 4:45

Valor: 5€ inteira.

Site oficial: www.museosanmarco.it

Aqui tem mais lugares legais que conhecemos em Veneza

Acompanhe as novidades do blog também pelo nosso Facebook e Instagram

Reserve seu Hotel em Veneza aqui no Banner do site Booking. Você não paga a mais por isso, mas ajuda a manter o Blog no ar, pois recebemos um comissão através da parceria com o Booking. 🙂

E se precisa alugar um carro na Itália é só pesquisar aqui na RENTALCARS. Você aluga um carro com uma empresa segura, ajuda o Blog e passeia tranquilo pelas lindas cidades italianas.

Não esqueça de comprar seu seguro antes de viajar. A REAL SEGURO VIAGEM tem um buscador que compara os preços em várias corretoras. E o blog também recebe uma comissão pelas vendas sem alterar o seu custo.

Seguro viagem europa 468x60