EUROPA, FRANÇA, Paris

Museu de Montmartre – Paris

Quando conheci Paris o lugar que mais queria visitar, por incrível que pareça, não era a Torre Eifel, mas sim o Montmartre. Apaixonada por arte, pela Belle Époque e por cartazes publicitários (sou formada em Publicidade) tinha certeza amaria, pois o lugar foi berço de inspiração de muitos de meus artistas preferidos.

Logo não podia deixar de visitar esse Museu, que conta a história do bairro, que viveu lá vários artistas, e que tem um acervo de quadros, cartazes, fotos, documentos e objetos dessa época tão boêmia. 

Museu de Montmartre – Paris

museu-do-montmartre-paris

O Museu Montmartre

 O Museu Montmartre fica na residência mais antiga do bairro, a Maison de Bel Air, só a propriedade já valeria a visita.

maison-bel-air-paris

Os prédios que compõem o Museu foram moradias e estúdios de vários artistas como, Renoir, Emile Bernard, Suzanne Valadon e seu filho Maurice Utrillo, Emile Othon Friesz, Raoul Dufy, Pierre Reverdy, o compositor Erik Satie, o escritor Leon Bloy entre outros.

montmartre

museu-montmartre

Além da casa os jardins também podem ser visitados, e nem é tanto pela beleza, mas sim por terem sido os cenários usados por Renoir para pintar. Os jardins foram restaurados conforme seus quadros, pois lá ele fez algumas de suas principais telas, “Lê Moulin de La Galette”, “Lê Balançoire” e “Lê Jardin de La Rue Cartot”. 

renoir-la-balançoireLê Balançoire” – Renoir

balança-renoir

renoir-le-moulin-de-la-galetteLe Moulin de La Galette “- Renoir

Ao seu redor está a mais antiga parreira do bairro, da qual todo ano ainda são produzidas 1.000 garrafas de vinhos e a venda é destinada à caridade. O museu ainda tem uma vista para um antigo e famoso cabaré da França, o Au Lapin Agile.

Quem for visitar o museu vai ver que agora ele está reformado, e no verão os jardins ficam mais bonito. Também foi inaugurado mais dois prédios para o Museu: o antigo Hotel Demarne, casa conhecida como Rosimond (onde viveu Claude Rose, ator do grupo de Molière) que vai abrigar exposições temporárias; e o atelier, onde Susanne Valadon viveu e pintou por muitos anos com André Utter e o filho Utrillo.

museu-do-montmartre

O Acervo do Museu Montmartre

As peças do Museu foram reunidas pela Associação “Lê Vieux Montmartre” e estão diretamente ligadas a história da efervescência que o bairro viveu no seu auge, quando dezenas de cabarés funcionavam. Em uma época em que o bairro ficava fora dos limites de Paris, produzia-se vinho sem imposto, tornando o local perfeito para festas e bebedeiras. Essa atmosfera é claro, reunia todo tipo de artistas na região.

museu-paris-piano

cancan-paris Sala dedicada ao Cancan.

museu-cabares Essa pintura fazia parte da decoração do Cabaré Lê Chat Noir, pintada por Adolphe Wilette, ilustrador e cartunista – “Parce Domine” – 1884

Entre as principais peças expostas estão os cartazes originais de Steinlen (Le Chat Noir), Toulouse-Lautrec (Le Divan Japonais e Le Moulin Rouge) e André Gill (Lapin Agile), além de pinturas e desenhos assinados por Modigliani, Kupka, Valadon e Utrillo.

diva-japonesa-lautrecLe Divan Japonais” – Toulouse-Lautrec, 1893

le-chat-noirCartaz criado por Alexander Steinlen para o Cabaré Le Chat Noir.

le-chat-noir-montmartreSalis é o gato mascote do Museu, seu nome é em homenagem a Rodolphe Salis, criador do cabaré Lê Chat Noir.

museus-françaSala do músico Gustave Charpentier, que foi aluno de Gustave Massenet e compôs a famosa ópera Louise.

museus-paris

cabares-montmartreEssa sala é uma reprodução do bistrô “L’Abreuvoir”, local preferido de Maurice Utrillo. As peças são do café original e foram doadas ao museu.

A pintura ao fundo é de Marcel Leprin – “La Belle Cabaretière“, 1924

cartaz-lautrecBruant” (Toulouse Lautrec – 1893), conhecido como Homem do lenço vermelho e capa preta, Aristide Bruant era um cantor francês e dono do cabaré “Le Mirliton” e amigo de Lautrec.

O Piano pertencia ao cantor e compositor Paul Delmet. Este foi o primeiro piano no Montmartre usado para diversão, pois eles eram proibidos nos bares nessa época, mas este foi doado pelo diretor geral da polícia ao Cabaré Lê Chat Noir. Nesse piano também criaram suas músicas Erik Satie e Claude Debussy.

paul-delmet“Paul Delmet e seu piano”, Victor Philippe Philipsen, 1890.

victor-hugoIlustração de Jules Chéret para o lançamento do livro “Histórias de um Crime” de Victor Hugo.

Considerado o museu mais charmoso de Paris, esse passeio é com certeza a forma mais interessante de literalmente se “embrenhar” no Montmartre e suas histórias.

museu-paris

INFORMAÇÕES ÚTEIS:

Rua Cartot 12 – 75018p-Paris

Horário de funcionamento: diariamente das 10h às 18h

Valor: 9 euros

Site oficial: www.museedemontmartre.fr

Reserve seu Hotel em Paris aqui no Banner do site Booking. Você não paga a mais por isso, mas ajuda a manter o Blog no ar, pois recebemos um comissão através da parceria com o Booking. 🙂

E se precisa alugar um carro em Paris é só pesquisar aqui na RENTALCARS. Você aluga um carro com uma empresa segura, ajuda o Blog e passeia tranquilo pela linda Cidade Luz .

Não esqueça de comprar seu seguro antes de viajar. A REAL SEGURO VIAGEM tem um buscador que compara os preços em várias corretoras. E o blog também recebe uma comissão pelas vendas sem alterar o seu custo.

Seguro viagem europa 468x60