EUROPA, FRANÇA, Versailles

Grand Trianon – Versailles

Se você for visitar Versailles não deixe de conhecer mais dos Domínios do Château como o Grand Trianon. Eleito um dos lugares mais charmosos após o Grande Palácio era um local privado para o Rei e hoje tranquilo de se visitar e se encantar.

grand-trianon-versailles

O passeio pelas outras dependências de Versailles e pelos seus Jardins são indispensáveis, então vale a pena reservar um dia todo para conhecer esses símbolos de nobreza e exuberância da monarquia francesa (Leia o post sobre o Palácio aqui).

Como o dia estava lindo e eu tinha tempo, e até mesmo pelo valor ser bem mais acessível, optei por ir até o Grand Trianon de bicicleta.

bicicletas-versailles

Foi algo inusitado andar de bicicleta com meu marido, quem me conhece sabe que faziam apenas uns 22 anos que eu não pedalava, mas com aquela paisagem (isso que as flores ainda não estavam abertas) a minha alegria era contagiante. Me senti parte de tudo aquilo.

jardins-versailles

OBS: o aluguel da bicicleta custa 7 euros por uma hora, depois vai acrescendo o valor, lembrando que deve ser devolvida no mesmo local.

Grand Trianon – Versailles

A História do Grand Trianon

A história conta que Luis XIV queria ter um local onde pudesse refugiar-se da corte e viver seu romance com a Madame de Montespan com tranquilidade e em 1670 contratou Louis Le Vau para construção de um “palácio” nos domínios de Versailles. Surge o Trianon de Porcelaine, porém, sendo muito frágil, não resistiu às intempéries.

Em 1687, o arquiteto do Rei Jules Hardouin-Mansat foi incumbido da missão de refazer o projeto. No verão de 1688 foi inaugurado o Grand Trianon, hoje Patrimônio Histórico da UNESCO.

Jules foi muito detalhista, sendo sempre acompanhado pelo Rei. Ele se baseou na arquitetura italiana com cores rosas e o mármore vermelho de Languedoque (região do Sul da França) predominando nos desenhos geométricos.  

grand-trianon

Os primeiros jardins foram feitos pelo jardineiro Michel II Le Boutex e eram composto por muitos vasos, pois assim poderiam ser mudados de acordo com o desejo do Rei. Ainda hoje são usado os vasos, mas agora as plantas são mudadas conforme as estações do ano.

Maria Antonieta no Grand Trianon

Maria Antonieta até celebrava algumas ocasiões no Grand Trianon, mas preferia o Petit Trianon, presente que recebeu de Luis XVI. 

detalhes-grand-trianonDetalhes na mobília do Grand Trianon.

Napoleão Bonaparte no Grand Trianon

A Rainha Maria Leszcynska, esposa de Luis XV até residiu ali em 1740, mas depois o Palácio ficou esquecido durante a Revolução Francesa. Somente com Napoleão Bonaparte no poder ele foi restaurado e mobiliado novamente. Napoleão conseguiu recuperar algumas mobílias antigas perdidas durante a revolução.

visita-grand-trianon

Napoleão casou-se com sua Imperatriz Marie-Louise neste local e posteriormente por algumas vezes ficou com ela ali.

espelhos-versailles

O local em 1963 chegou a ser reabitado quando o Generel de Gaulle o transformou em residência do Presidente da República.

O que ver no Grand Trianon

Bem no meio do Palácio tem um pórtico, mais conhecido como “peristilo” que liga os cômodos aos jardins propositalmente. Até 1910 essa área possuía janelas, agora é toda aberta. Em 1810 Napoleão utilizava para ter melhor comunicação com a Imperatriz.

salas-grand-trianon

Visitamos apenas uma ala, a outra estava fechada pois estava sendo fotografada. O Grand Trianon normalmente é bem vazio, o que torna o passeio mais agradável, sem concorrência turística para chegar nos ambientes.

aposentos-grand-trianon

A Sala dos Espelhos do Grand Trianon

O mais famoso ambiente desta ala é a Sala dos Espelhos. Foi a última sala que Luis XIV ocupou de 1691 a 1703 com seu Conselho.

grand-trianon-sala-espelhos

A arquiduquesa Arie Louise, sobrinha de Maria Antonieta, utilizou-a de 1810 a 1814 como seu gabinete.

sala-dos-espelhos-trianon

E já que só consegui visitar estes ambientes, o jeito é pegar a bicicleta e seguir para o Petit Trianon. Te conto no próximo post.

Como visitar o Grand Trianon em Versailles

Eu optei em visitar na parte da manhã o Palácio e seus Jardins. Fiz uma parada para o almoço, existem várias opções de lanches rápidos ou mais sofisticados. De cada ponto pode-se escolher como chegar até a próxima parada, seja a pé (é uma boa caminhada), com carro elétrico (valor mais alto), uma espécie de trenzinho ou com bicicletas.

Comprei o Passaporte no site oficial antecipadamente. Ele dá direito ao Palácio, ao Grand Trianon e aos Domínios de Maria Antonieta que inclui o Petit Trianon e a Fazenda, por € 25.00.

Site oficial: www.chateauversailles.fr

Link de como chegar ao Grand Trianon:

No mesmo site é possível ver vários mapas para se ter noção dos locais e direções como lanchonetes, restaurantes, banheiros além dos pontos a serem visitados em todo o domínio. http://bienvenue.chateauversailles.fr/es/palacios-de-trianon-y-dominio-de-maria-antonieta/bienvenido .

Reserve seu Hotel na França aqui no Banner do site Booking. Você não paga a mais por isso, mas ajuda a manter o Blog no ar, pois recebemos um comissão através da parceria com o Booking. 🙂

E se precisa alugar um carro é só pesquisar aqui na RENTALCARS. Você aluga um carro com uma empresa segura, ajuda o Blog e passeia tranquilo pelas lindas cidade francesas .

Não esqueça de comprar seu seguro antes de viajar. A REAL SEGURO VIAGEM tem um buscador que compara os preços em várias corretoras. E o blog também recebe uma comissão pelas vendas sem alterar o seu custo.

Seguro viagem europa 468x60