AMÉRICA DO SUL, BRASIL, Paraná

Cataratas do Iguaçu – Foz do Iguaçu

Visitar as Cataratas do Iguaçu é algo indispensável para qualquer viajante, ainda mais nós brasileiros que podemos desfrutar mais facilmente dessa paisagem que leva um título tão importante. As Cataratas fazem parte da lista das 7 Maravilhas Naturais do Mundo desde 2011, quando foi escolhida dentre 400 atrativos naturais que participaram da votação organizado pela fundação suíça New Seven Wonder, logo não precisamos nem explicar muito porque você deve visitar o Parque.

Cataratas do Iguaçu – Foz do Iguaçu

Para conservar o maior remanescente de floresta Atlântica do Sul do Brasil, em 1939 foi criado o Parque Nacional do Iguaçu. Fica na fronteira do Brasil (Foz do Iguaçu) e da Argentina (Puerto Iguazú) sendo dirigida pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e tem uma área protegida de 1.697 Km² junto de florestas primitivas. 

Dentro do Parque são em torno de 150 a 300 saltos, variando de acordo com a vazão do rio e medindo de 40 a 82 metros de altura que escoam cerca de um milhão e meio de litros de água por segundo. Este volume vai de 500 mil litros de água na estiagem até 6,5 milhões de litros nas cheias. O lado brasileiro tem as 3 maiores quedas e o lado argentino os 16 maiores.

O parque recebe mais de dois milhões de visitantes por ano.

As plataformas que aparecem no fundo da foto são as do lado argentino.

Instituída como Sítio do Patrimônio Mundial Natural pela UNESCO em 1986 o passeio pelas Cataratas podem ser feitos pelo lado brasileiro ou argentino. Todas as vezes que fomos fizemos pelo lado brasileiro.

O Parque Nacional do Iguaçu

O início do passeio é no Centro de Recepção de Visitantes com embarque em ônibus panorâmicos que levam ao interior do parque em uma estrada com cerca de 10km. 

As estradas para o parque são fechadas se alguma onça for vista pela região, e só são reabertas quando o animal for atraído para a mata, enquanto isso ninguém entra e ninguém sai do Parque. 

Depois segue-se uma trilha a pé, com escadas, rampas e mirantes para as quedas, chegando até a passarela conhecida como “Garganta do Diabo” que nos aproxima muito das Cataratas.

Mirante no caminho das quedas.

Essa plataforma fica em cima de uma fenda profunda provocada por erosão com quase 85 metros de altura em formato de ferradura. Normalmente é essa a parte do passeio em que todos ficam encharcados, mas faz parte, tomar um banho com a força das águas das Cataratas é tipo lavar a alma mesmo.

Passarela Garganta do Diabo.

As capas de chuva não adiantaram de nada, mas olha nossa capa para câmera improvisada(era uma sacola de mercado), 

É muita água minha gente!

A passarela Garganta do Diabo vista de cima.

Para chegar até o topo das Cataratas é preciso subir escadas ou pegar o elevador panorâmico, que sempre tem muita fila.

Elevador.

Mirante bem pertinho da queda, impossível ficar seca, mas em algumas épocas do ano a queda d’água é bem fraca.

Lá em cima pode-se ter outra visão da imensidade das águas que desembocam ali. Nessa parte do Parque também fica uma praça de alimentação onde muitos animais tentam ter contato com as pessoas para ganhar comida (Mas claro, não se deve alimenta-los).

Rio indo em direção às quedas.

O Parque Iguaçu possui toda infraestrutura, como estacionamento, ambulatório, guichês de bancos, restaurantes e lanchonetes, banheiros, fraldários, lojinhas, além de hotéis dentro do próprio Parque.

Hotel 5* dentro do Parque.

Curiosidade:

– Parque Nacional do Iguazú (Argentina) – criado em 1934 com área de 67.620 hectares. Declarado pela Unesco Patrimônio Natural da Humanidade em 1984.

– Parque Nacional do Iguaçu (Brasil) – criado em 1939 com área de 158.262,2 hectares. Declarado pela Unesco Patrimônio Natural da Humanidade em 1986.

Atrativos do Parque Nacional Iguaçu

Além das espetaculares quedas d’água o Parque ainda oferece outros atrativos e atividades como: Centro de visitantes com um mini museu, passeio de helicóptero, passeio de barco, trilha do Poço Preto, trilha das Bananeiras e o Macuco Safari, esse que leva os turistas em um bote bem próximos das quedas.

Dicas: Compre o ingresso antecipado pela internet, as filas para o parque são sempre imensas, mesmo para quem já tem o ingresso antecipado. Não esqueça de levar chapéu e protetor solar, boa parte da fila fica sem cobertura e a região é muito quente.

Visite também em Foz do Iguaçu: Parque das Aves, Templo Budista, Usina Hidrelétrica Itaipú, Marco das Três Fronteiras, e deixe um dia para fazer compras no Paraguai. 

Informações Úteis:

Site oficial: http://www.cataratasdoiguacu.com.br/

Valores: Adultos R$37,00, Crianças de 2 a 11 anos e Idosos R$10,00

Visitantes estrangeiros pagam valores diferentes – consulte o site

Horários: Aberto diariamente das 9hs às 17hs.

Acompanhe as novidades do blog também pelo nosso Facebook e Instagram.

Reserve seu Hotel em Foz do Iguaçu aqui no Banner do site Booking. Você não paga a mais por isso, mas ajuda a manter o Blog no ar, pois recebemos um comissão através da parceria com o Booking. 🙂

E se precisa alugar um carro é só pesquisar aqui na RENTALCARS. Você aluga um carro com uma empresa segura, ajuda o Blog e passeia tranquilo pelas lindas cidades paranaense.

Não esqueça de comprar seu seguro antes de viajar. A REAL SEGURO VIAGEM tem um buscador que compara os preços em várias corretoras. E o blog também recebe uma comissão pelas vendas sem alterar o seu custo.