Monthly Archives

março 2016

AMÉRICA DO NORTE, ESTADOS UNIDOS, WASHINGTON D.C.

Museu do Ar e Espaço – Washington D.C.

Esse post faz parte da blogagem coletiva #MuseumWeek de blogueiros da RBBV. No final desse post você encontra os links de todos os blogs que estão participando do Museum Week desse ano com diversos museus pelo mundo.

Museu do Ar e Espaço – Washington D.C.

Nossa visita a Washington seria rápida e precisaríamos escolher o que visitar. Nessa viagem meu marido não abria mão de duas visitas: a Nasa em Cabo Canaveral (leia mais aqui) e o Museu do Ar e Espaço em Washington. Pronto, um lugar estava decidido que iríamos conhecer. Mesmo porque, é o lugar mais visitado da cidade.

Descobrimos que mesmo com pouco tempo na cidade é possível conhecer os principais pontos turísticos, já que são relativamente perto e de fácil acesso.

fachada-museuO Museu do Ar e Espaço foi inaugurado para o Bicentenário dos Estados Unidos, em 1976. O exterior do prédio já chama atenção e dá uma ideia da coleção inovadora que há lá dentro, sendo considerado uma das mais importantes obras arquitetônicas de Washington.

O ponto alto, para mim, foi andar por dentro de partes de um ônibus espacial e ter uma ideia de como os astronautas vivem no espaço. A comida, o banheiro, a cozinha, os espaços apertados etc.

interior-modulo-espacial

Entre tantas aeronaves incríveis para olhar, o módulo de retorno a terra é algo memorável assim como poder tocar em um pedaço da Lua, sendo que há poucas amostras disponíveis ao público em geral.

pedaço-lua

modulo-retorno

Cápsula de Retorno a terra da Apollo 11

modulo-retorno-eua

Outros itens importantes expostos são:

– Réplica Módulo Lunar

modulo-lunar

– Coleção de trajes espaciais, incluindo artefatos Russos como o primeiro traje usado para uma caminha espacial.

roupa-primeira-caminhada-espacial

roupas-espaciais

roupa-caminhada-lunarTraje usado na primeira missão a Lua em 1969.

– Réplica da sonda Viking que foi usada em uma missão a Marte.

viking-1

– O Avião Spirit of St. Louis, usado por Charles Lindbergh em 1927, na primeira travessia solo do Atlântico sem escalas (e acredite se quiser, esse aviãozinho cruzou o oceano).

spirit-of-st-louis

– Breitling Orbiter 3 – a gôndola do primeiro balão a dar a volta ao mundo sem escalas.

Breitling-Orbiter-3

– O avião Voyager, que foi utilizado para dar a primeira volta na Terra sem escalas.

voyager

Para quem gostaria de ver mais, há outro anexo do museu em Vírginia, o Centro Steven F. Udvar-Hazy, onde se podem encontrar outros artefatos importantes como um Concorde da Air France e o bombardeiro Enola Gay que jogou a primeira bomba atômica no Japão.

Informações Úteis:

Independence Ave SW 600, Washington, DC 20560

Aberto todos os dias, exceto dia 25 de dezembro, das 10hs às 17:30h.

Entrada gratuita.

Site oficial: www.airandspace.si.edu

Reserve seu Hotel em Washington aqui pelo site Booking. Você não paga a mais por isso, mas ajuda a manter o Blog no ar, pois recebemos uma comissão através da parceria com o Booking 🙂

E se precisa alugar um carro é só pesquisar aqui na RENTALCARS. Você aluga um carro com uma empresa segura, ajuda o Blog e passeia tranquilo pelas lindas cidades dos Estados Unidos.

 Não esqueça de comprar seu seguro antes de viajar. A REAL SEGURO VIAGEM tem um buscador que compara os preços em várias corretoras. E o blog também recebe uma comissão pelas vendas sem alterar o seu custo.

Seguro viagem america do norte 468x60

OUTROS BLOGS QUE ESTÃO PARTICIPANDO DA #MUSEUMWEEK DA RBBV:

Museus gerais:

A Fragata Surprise – Casas-museus: a vida cotidiana de gente muito especial

Despachadas – 5 Museus Interativos ao redor do mundo

DeD mundo Afora – 9 museus no Brasil

EUROPA

ALEMANHA: Tá indo pra onde? – Ilha dos Museus Viajoteca – 5 museus inusitados em Berlin Pelo Mundo Com Vc- Museu do Holocausto ou Memorial aos Judeus Mortos da Europa Já Fomos – Visitando o Campo de Concentração em Dachau Pequenos pelo Mundo – Museus de Automóveis na Alemanha A Li na Alemanha – Museu Mercedes-Benz

BULGARIA:Escolho Viajar – Museu Nacional de História Militar

CROÁCIA:Rodinhas nos Pés – Museu Croata de Arte Primitiva

ESPANHA: Virando Gringa – Museo Atlantico Comendo Chucrute e Salsicha – Museo de Artes y Costumbres Populares de Sevilla Esto Es Madrid, Madrid – Museo de Altamira Sol de Barcelona – Museu Joan Miro

FRANÇA: Viagem LadoB – Museé D’Orsay A Path to Somewhere – Centre Pompidou Destinos por onde andei… – Louvre Direto de Paris – Musée Rodin SOSViagem – Museu do Louvre X Museu d’Orsay Apure Guria – Antigo Egito no Museu do Louvre: incrível!

GRÉCIA: Viaje Sim!No centro das Cíclades: Museu Arqueológico de Delos Four Trip- Museus de Atenas

HOLANDA: Novo Caroneiro – Sexmuseum

HUNGRIA: Juntando Mochilas – Museu do Terror

IRLANDA: The Life of isa – 4 museus gratuitos em Dublin

ITÁLIA: Passeios na Toscana – Palazzo Pitti The Nat’s Corner – Pinacoteca de Brera Vou pra Roma – Museus do Vaticano Roma Pra Você – Galleria Borghese Grazie a Te – Corredor Vasariano

MALTA: Viagens Invisíveis Os museus dos cavaleiros em Valeta

REINO UNIDO: No Mundo da Paula – Museum of London Vamos Viajar – British Museum Segredos de Londres – Victoria and Albert Museum Mochilão Barato – Madame Tussauds

REPÚBLICA TCHECA: Trilhas e Cantos – Museu do Comunismo

RÚSSIA:  Viajei Bonito – Museu da Vodka Love and Travel – Museu Hermitage

SUÉCIA: Viajar pela Europa – Museu Vasa

SUÍÇA: Carta sem Portador – Fondation Gianadda

TURQUIA: Viagem a Dois – Palácio TopkapiTravel with Pedro – Museu de Arte Islâmica e Turca

AMÉRICA DO SUL

ARGENTINA: Sonhando em Viajar – Buque Museo Fragata A.R.A. “Presidente Sarmiento”

BRASIL: Coisos on the go – Inhotim E aí, Férias! – Museu Imperial Outro blog – Museu do Amanhã KariDesbrava – Museu Nacional de Belas Artes O Melhor Mês do Ano – Museu do Futebol Cantinho de Ná – Museu do Frevo De Cá Pra Lá – Museu Palácio dos Bandeirantes Viagens que Sonhamos – Fundação Iberê Camargo  Nativos do Mundo – Museu da República Atravessar Fronteiras – CCBB – DF Embarque neste blog – Museu Casa Guilherme de Almeida Vida de Turista – Museu de Ciências e Tecnologia da PUC-RS Mel a Mil pelo Mundo – Museu Julio de Castilhos Devaneios de Biela – Museu Oscar Niemeyer (Museu do Olho) Tirando Férias – Museu de Zoologia da USP Viagem em Detalhes – Museu Catavento – Espaço Cultural da Ciência D&D Mundo Afora – 9 museus no Brasil Estrangeira – MAMuseu: Museu Histórico de Alcântara

CHILE: Gastando Sola Mundo Afora – Museo Chileno de Arte Precolombino

PERU: De Mochila e Caneca – Museu da Inquisição

AMÉRICA DO NORTE

ESTADOS UNIDOS: Família Viagem – Fernbank Museum of Natural History Janela para o Mundo – Graceland RenataPereira.tv – Bibliotecas e Museus presidenciais nos EUA Fica Dica Viagens – Vizcaya Museum Casal Califórnia – Museus no Balboa Park Malas e Panelas – The Broad Museum Felipe, o pequeno viajante – Museu de Anchorage, Alaska Ideias na mala – Melhores Museus de San Francisco

MÉXICO: Viagem de Fuga – Museu Frida Kahlo  Uzi Por Aí – Museu Soumaya

ASIA

CHINA: Like Wanderlust – Museu Qin e os Guerreiros de Terracota

VIETNÃ: Brazuka – Museu da Guerra (War Remnants Museum)

JAPÃO: A Aventura Começa – Museu Meijimura

OCEANIA

AUSTRALIA: Coordenadas do mundo – Museu de Arte Contemporânea

77 Comentários
Você também pode gostar....
Grand Canyon – EUA
2 de abril de 2017
Calico Ghost Town – EUA
13 de dezembro de 2016
Trip pela Costa Oeste dos EUA
13 de abril de 2016
AMÉRICA DO SUL, CHILE, Vale do Maipo

Cordilheira dos Andes – Chile

Desde o dia que resolvi conhecer Santiago no Chile já tinha em mente reservar um dia para conhecer algum lugar fora da cidade, porque se pensar bem o Chile é um país que oferece todas as diversidades naturais que você pode imaginar, de deserto a vulcão, de geleiras a praias ou estações de ski, então é imperdoável você ir até o Chile e não conhecer alguma de suas belezas naturais.

chile-andes

Mas eu não queria ver deserto, não queria ver vulcão nem geleira. Eu queria mesmo era conhecer de perto as Cordilheiras dos Andes. Nem preciso explicar que sou apaixonada por subir em uma montanha e que fiquei como uma criança boba pendurada na janelinha do avião esperando para passar por cima delas né!? Então procurei por lugares próximos de Santiago para conhecer e descobri a região do Valle del Maipo.

vale-do-maipo-montanhasVale do Maipo e as Cordilheiras no fundo.

Cordilheira dos Andes – Chile

O Vale do Maipo

O Vale do Maipo é uma região muito conhecida no Chile também pela produção dos vinhos. Várias vinícolas podem ser visitadas por lá, como a mais conhecida delas, a Concha y Toro. Outro atrativo da região são as atividades ao ar livre, inclusive aqueles relacionados ao montanhismo, para aventureiros de níveis profissionais ou não.

valle-del-maipo

Claro que eu amadora escolhi um passeio que dizia: atividade própria para a terceira idade, só não contava que a “melhor idade” de hoje em dia deve estar mais preparada fisicamente do que eu, porque deu para sofrer um pouquinho sim, mas nada impossível, inclusive no nosso grupo haviam 4 pessoas maiores de 60 anos que acompanharam todo o roteiro.

O trajeto era: TERMAS DEL PLOMO E TREKKING ATÉ A LAGUNA DOS PATOS.

Saímos bem cedo de Santiago e seguimos até a cidade de San José del Maipo, o principal município da região. Parada rápida para comer algo e seguimos em estrada de chão, pelo Cajon del Maipo em direção às Cordilheiras.

san-jose-maipo

Embalse El Yeso

Primeira surpresa do trajeto, o El Yeso. Uma represa das águas que degelam da montanha e descem com o Rio Yeso. Lugar de paisagem surreal: Clique aqui para ver o post sobre o El Yeso e como chegar lá.

el-yeso-chileEmbalse El Yeso

Mais adiante paramos em uma das casas de criadores de cabra (você vai ver muitas delas na estrada e vai ter vontade de levar uma filhotinha para casa) para provar o queijo do leite de cabra (leia-se comer algo delicioso feito no mesmo dia que mais parecia uma manteiga derretendo).

maipo-chile

Termas Del Plomo

Seguindo sempre em direção ao Vale, acredite, a paisagem só vai melhorando. Chegamos até as Termas Del Plomo já em uma altura de 2.900 metros acima do mar, de onde sairíamos caminhando.

termas-del-plomo

Termas del Plomo

termas-del-plomo-chile

As Termas del Plomo são piscinas naturais com águas aquecidas pelo vulcão San José, um dos mais altos (5.856m) e que faz divisa com a Argentina. A água é quente mesmo, chega a 24 graus, mas no lado de fora mesmo no verão faz um friozinho.

termas-chileEstrutura nas Termas del Plomo e efeito da altitude no lanche, que aliás deixa ele horrível de comer. 

Trekking na Cordilheira dos Andes

Agora todos prontos para começar o trekking, na mochila lanche, casacos mais quentes, luva, gorro e nem parecia que iria fazer tão frio lá em cima, mas o guia leva até casacos reservas na van.

trekking-cordilheiras

Juro que no primeiro “montinho” que a gente teve que subir já achei que ia ter que sentar e descansar! Gente o que é andar morro acima nessa altitude??? ôia gente despreparada kkk Um minuto de caminhada e eu já estava suando!!!

montanha-andes

Mas ainda bem que a gente tinha um guia, que agora explicou que a gente tem que caminhar super devagar, tipo passinho de formiga mesmo, respirar fundo, parar, mexer a cabeça devagar e ir tomando água sempre.

vale-do-maipo-chile

Ele nos explicou todos os sintomas que poderíamos sentir principalmente dor na nuca, mas claro que eu fui agraciada com todos os outros – falta de ar, tontura, enjoo – mas apesar disso eu garanto que vale a pena cada esforço. Quando você para e olha a paisagem qualquer dor desaparece, é realmente indescritível a beleza do lugar.

cordilheiras-andes

andes-chileAs montanhas no fundo da foto fazem fronteira com a Argentina.

O caminho que fizemos é uma antiga trilha indígena, até é possível fazer sozinho, mas acho que eu não enxergaria a trilha não, melhor ir com um guia mesmo.

Lagoa dos Patos

lagoa-dos-patos-chile

Quando já eram umas quatro horas da tarde chegamos no ponto mais alto do nosso trekking, 3.200 metros e deu até uma nevadinha, bem fina, mas nessa altitude os picos tem neve eterna, então aproveitamos para se divertir no gelo.

andes-neve

 Chegamos a Lagoa dos Patos no topo da montanha.

laguna-los-patos

lagoa-andes

A água lá é totalmente transparente, a gente enxerga a vegetação no fundo do lago. Parada para comer, admirar as cordilheiras e começar a sentir frio hehe. Até então o corpo suava, mas é só parar poucos minutos que o frio pega valendo. E foi um tal de puxa gorro e luva bonito.  

cordilheira-andes-chile

Logo já começamos a descer pelo outro lado da montanha.

trekking-andes

andes

Esse horário, nessa época do ano (Novembro) é o máximo que podemos ficar lá em cima, por causa do frio e por causa de possíveis tempestades de neve. Para subir mais do que essa altitude é preciso roupas mais adequadas.  Na volta descansamos esquentando os pés nas águas termais. 

vulcao-san-jose

Para fazer esse passeio contratamos tudo com antecedência com a empresa Jorge Excursiones. No site tem um calendário de passeios já agendados. O Jorge é uma “figura”, muito atencioso, trocou informações com a gente por e-mail várias vezes e sempre respondia rápido. Super indico e ele faz vários tours: www.jorgeexcursiones.cl  

Reserve seu Hotel em Santiago aqui pelo site Booking. Você não paga a mais por isso, mas ajuda a manter o Blog no ar, pois recebemos uma comissão através da parceria com o Booking 🙂

E se precisar alugar um carro é só buscar na lateral do blog a caixa de pesquisa da RENTALCARS. Você aluga um carro com uma empresa segura, ajuda o Blog e passeia tranquilo pelas lindas cidades chilenas.

4 Comentários
Você também pode gostar....
Restaurante Giratório Santiago X Toronto
27 de junho de 2016
El Yeso – Vale do Maipo – Chile
31 de janeiro de 2016