EUROPA, FRANÇA, Paris

Torre Eiffel – Paris

Ame-a ou odeia-a. Deve ser o monumento turístico mais conhecido e visitado do planeta, e muita gente não entende o porquê de ver uma torre de ferro, mas vamos combinar….ai, ai, Paris, Paris….quem não amou conhecer? Ou pelo menos gostaria de ir?

Torre Eiffel – Paris

torreeiffel

torre-paris

Realmente não sei explicar o quesito romântico que muitos aplicam a ela, mas confesso que estava quase saltitando nas ruas enquanto tentava encontra-la entre os antigos prédios ali perto, e para minha surpresa, ela é muito maior do que imaginava.

sol-torre-eiffel

Mas a verdade é que as opiniões sobre a Torre Eiffel se divide, e muito. Minha irmã não gostou tanto assim de Paris, nem achou a Torre impressionante. Disse que um rato passou por ela enquanto tentava se desvencilhar dos vendedores ambulantes, (e por isso não deixei que ela escrevesse esse post !!). Mas ela me lembrou dos jardins ao redor da Torre, sempre impecáveis e muito agradáveis.

torre-eiffel-chuva

Talvez o que faz ela ser tão admirada é exatamente de que de muitos pontos da cidade ela está lá, participando toda imponente da paisagem.

sena-paris

praça-paris

Se você passeia de Bateau mouche pode ver ela, atravessando as famosas pontes de Paris dá para avista-la, a melhor vista de quem esta no bairro Montmartre é a cidade com a torre se destacando, da Praça do Trocadéro é ela o ponto chave das fotos, e muitos outros pontos.

A História da Torre Eiffel

roda-gigante-parisVista da Roda Gigante

A história quase todos conhecem, ela não era definitiva, mas acabou ficando. Gustave Eiffel ganhou um concurso para a Comemoração do Centenário da Revolução Francesa em 1889. Ele propôs uma torre de 300 metros de altura (nada haver com a paisagem), toda em ferro, formando um emaranhado com 8 mil toneladas de vigas.

projeto-torre     torre-eiffel-projeto

   Desenhos dos projetos da Torre – Fotos site oficial www.toureiffel.paris

Ficou pronta em 2 anos, mas levou um bom tempo para a cidade se apaixonar por ela. Só não foi desmontada no final do contrato de exposição porque servia de antena de rádio.

AA371361: HistoryA Torre servia de portal de entrada para e Exposição Universal -Foto site oficial: www.toureiffel.paris

Inclusive um manifesto escrito por grandes escritores da época como Alexandre Dumas e Guy de Maupassant tentava impedir a construção:

  “Nós, escritores, pintores, escultores, arquitetos e amantes das belezas de Paris – que até então estavam intactas – protestamos com toda nossa força e toda nossa indignação, em nome do subestimado bom gosto dos franceses, em nome da arte francesa e da história sob ameaça, contra a construção, no coração de nossa capital, dessa inútil e monstruosa Torre Eiffel…” (Jornal Lê Temps).

Mal podia imaginar esses romancistas que a Torre é até os dias de hoje motivo de muitos suspiros apaixonados!

paris-torre

Novidades na Torre Eiffel

1er_etage_09_2014__E.Livinec_-_SETE_59Chão de vidro – Foto divulgação do site oficial: www.toureiffel.paris (© E.Livinec – SETE)

A Torre Eiffel acaba de inaugurar um nível com chão de vidro. No primeiro andar, a 57 metros de altura, que era o menos visitado agora proporciona um novo ângulo de fotos.

A Visita

Imperdoável eu sei, mas não subimos na Torre, porém continua na minha lista de desejos.

No solo: Três torres dão acesso para a subida. Ali em baixo também pode ver o busto de Gustave Eiffel e com visitas guiadas conhecer o maquinário dos elevadores no subsolo.

No Primeiro Andar: A nova área com chão de vidro, salas de exposições, o observatório de movimento do topo da torre, loja de souvenir, o Restaurante 58, sala de evento e buffets.

No segundo andar: o Restaurante Jules Verner, Buffets, Exposição da História da Construção e claro a vista de Paris.

No Topo: O Escritório de Gustave Eiffel e o Bar de Champagne.

11_SETE-Photographe-4-ventsFoto divulgação site oficial: www.toureiffel.paris (© SETE)

Curiosidades:

  • Do seu peso total 40 toneladas são só de tinta.
  • Até o topo são 1.652 degraus, mas o último andar só é acessível para turistas pelo elevador.
  • O Brasil está entre as 10 nacionalidades que mais visitam a Torre.
  • No último ano foram 6,8 milhões de visitas.
  • A Torre já foi vendida, e não foi uma vez só. Um trapaceiro chamado Victor Lustig conseguiu convencer algumas pessoas do ramo de sucatas que a torre seria desmontada em 1925. A Torre seria vendida para quem oferecesse o maior valor, e André Poisson que também era traficante pagou pela Torre. Poisson levou um mês para tomar coragem de contar para a polícia sobre o golpe. Na segunda tentativa de venda a polícia prendeu Victor Lustig. 

05_feu-dartifice-de-lan-2000_DRFoto divulgação site oficial: www.toureiffel.paris (© SETE)

Informações Úteis

Champ de Mars, 5 Avenue Anatole France, 75007 Paris, França

 Metro: Bir-Hakeim, Trocadéro e Ecole Militaire

 Site oficial: www.tour-eiffel.fr

4 Comentários